Errais por não conhecerdes as Escrituras! - Jesus Cristo

quinta-feira, 2 de março de 2017

Se você conhece a Bíblia então me explica isso...




As Sagradas Escrituras não são entendidas por muitos porque os fatos parecem não se relacionarem e isso é por causa da separação dos livros, quando se resolveu colocar os livros dos santos profetas no final do Velho Testamento, sendo toda a atuação desses santos de Deus no tempo dos reis de Israel. No próprio livro chamado Reis ou no das Crônicas dos reis, vamos encontrar alusão a esses profetas. Assim, somente como exemplo e já que estamos trabalhando nesta parte, quando aos 120 anos de idade, por causa das águas de Meribá, episódio onde Moisés faz algo além do que o Senhor havia mandado e, por isso, é impedido de entrar na Terra Prometida, é descrito ao fim, quando Josué já tinha sido nomeado sucessor de Moisés e já próximo para atravessar o Jordão, que o Senhor leva Moisés para um alto monte e lhe mostra toda a beleza da terra prometida , onde manava leite e mel.
  E Moisés contempla aquilo feliz e morre. E o próprio Deus sepulta seu corpo. Os hebreus cansaram de procurar, mas a sepultura de Moisés jamais foi encontrada! Mas, daí a milhares de anos, os fatos se interligam e, no presente, você volta ao passado e tem a resposta. Isso é maravilhoso e só poderia acontecer no livro ditado pelo próprio Espírito Santo de Deus!
  No Novo Testamento, depois que Jesus esteve na Terra e já voltara à Sua Glória à Direita do Pai, na carta do apóstolo Judas (não é o Iscariotes, que se matou), vamos encontrar a resposta para onde foi o corpo de Moisés. No capítulo 09, Judas cita um evento não escrito em nenhuma outra parte da Bíblia Sagrada, que é o Arcanjo Miguel (Jesus), levando o corpo de Moisés. Isso acontece na dimensão espiritual, onde constantemente se travava batalhas entre anjos e demônios – e novamente se travará, ao final dos tempos. Então, quando Miguel leva o corpo de Moisés para a glória, Satanás aparece e tenta tomar o corpo do servo de Deus das mãos de Miguel. Este, sem se alterar, apenas diz para o Senhor repreender a Satanás...e acaba a narrativa.
  Agora, para aqueles que dizem que a Bíblia é apenas um amontoado de livros escritos pelos próprios homens, é uma verdade, mas eles acabam negando a interferência do Espírito Santo na inspiração dos escritos sagrados. Pensem bem. Quando Moisés morreu, Jesus ainda não havia vindo à Terra para seu grande Sacrifício pela Humanidade, dando uma ponte divina para que pudéssemos, através do Seu Nome, falar e pedir coisas e ajuda ao Pai. Mas Moisés e Elias, o profeta que foi para a glória num carro de fogo, aparecem na Terra conversando com Jesus...Como então o apóstolo Judas iria saber que o corpo de Moisés tinha sido transformado e levado pelo Arcanjo Miguel aos Céus?
  Como haviam (e há) as profecias, que falam sobre coisas por vir, haviam também as revelações, mostrando certos fatos que haviam ocorrido milhares de anos atrás e que ninguém poderia saber, já que não estava escrito e ninguém havia presenciado! Como popularmente se diz aqui na Terra, “só por Deus”! E é por isso que a Bíblia é santa, é a Palavra de Deus e que o homem deveria lê-la com humildade e pedindo ao Senhor iluminação para entender seus mistérios. Não para se gabar que sabe a Bíblia de cor e salteado, todos os livros e versículos e pode citar eles. Isso é para quem decora a Bíblia, mas não quer dizer que tal pessoa entenda a mensagem maravilhosa ou foi iluminada  para conhecer algum dos milhares dos mistérios do Criador do Universo, o Senhor Deus de Israel!

Na pintura, Moisés, o servo fiel, que o próprio Deus mandou levar seu corpo, já transformado, para os Céus, o que somente foi revelado milhares de anos depois para um dos apóstolos. Está no Novo Testamento, Judas, 9.